segunda-feira, 29 de setembro de 2014

0

Der Spogel magazine #39 (21.09.14)



Beijar Bill. Sujeito, predicado. Uma frase simples, mas a coisa em si é complicada. "Eu nunca beijei ninguém na frente da câmera", diz Bill: "Eu sou muito tímido."


Primeira cena durante as filmagens em Los Angeles para um vídeo do novo single do Tokio HOTEL: Bill Kaulitz sentado no meio do sofá, a morena à direita, a loira para a esquerda, atrás a jovem ruiva, em volta jovens bonitos, seminus, todos amontoados, beijos para todos.

Segunda cena: Bill vai ao longo do corredor, empurrando-se entre duas mulheres se beijando, pega uma; em torno dele jovens, gente bonita, seminua, todos amontoados firmemente, beijos para todos.

Cena três: algo assim.
ANTES da quarta cena, Bill senta-se em uma cadeira de diretor e diz algo engraçado, e ele relatou esse choque: é como se acostumar, ele tem muita linguagem e a utilizou.
Ele já tinha se acostumado com a situação: "As inibições são como as condições."

Bill usa calças apertadas e suspensórios, a parte superior do corpo está nua. O cenário consiste em uma antiga piscina de HOTEL, sem água, as pedras desmoronam, a pintura está descascando, concursos específicos das Olimpíadas são realizados como era aqui uma vez, em 1932. Bem, para a quarta cena, as belas mulheres seminuas estão no fundo da piscina, entrelaçadas entre si, e Bill diz: "Um pouco mais de pele seria bom, tinha que ver uns peitos."

"Love who loves you back" é a música para qual se grava o vídeo. Tokio HOTEL disse que ainda há mais: Na próxima semana estreia seu novo ábum, "Kings of Suburbia".
Agora eles estão perto dos vinte anos, quase veteranos. O comunicado de imprensa fala de Tokio HOTEL COMO heróis valentes que sabem exatamente que não se admitem mascotes. Neste negócio que estão cinco meses desaparecidos, é muito menos de cinco anos.

Para Tokio HOTEL existem outras leis particulares. Mais uma vez pegaram o mundo de surpresa. Agora, de novo. Com a música que é 100% da Tokio HOTEL, já que a maioria das músicas são auto-produzidas. O que chama imediatamente a atenção é que Tokio Hotel não soa como Tokio Hotel. Tokio Hotel era pop-rock alemão uma vez, agora no geral é só pop, só inglês, por meio de uma balada ao piano de Tom e Bill com voz inusualmente alta. Do contrário, no lugar de um estilo perfeitamente eletrônico dançável, a cultura internacional do clube. Esta canção, diz Bill, está quebrando "ame quem o ama de volta" em uma curva, é aquele que realmente não ama de verdade que é prescíndivel para mim: "A vezes você não deve tomar o que necessita, nem sempre tem que ser o grande amor. Ninguém pode estar sozinho, pegue para si o que quer às vezes. Porém, eu acredito no amor verdadeiro!"

Tokio HOTEL SÃO super stars da Alemanha. Sete milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, dez de platina em 68 países foram bem sucedidos, o seu sucesso foi consolidado na apresentação em frente à Torre Eiffel em 2007, onde o público atingiu mais de 500.000 pessoas. Não que Tokio Hotel tenha sido odiado só na Alemanha, mas parecia que eram tão odiados quanto amados. Faz 4 anos que Bill e Tom se mudaram para Los Angeles. "Fujimos" disse Bill, "acabamos nos mudando". Eles viviam em uma casa em Hamburgo, uma "perfeita prisão". Segurança 24 horas por dia, com cercas, uma forma de proteção para eles. Saíam sempre com um grupo da polícia atrás.

"Como se fosse o Zoológico", pessoas em volta tirando fotos. Comemoraram o aniversário de 21 anos e quando chegaram em casa "os vidros estavam quebrados, as fotografias foram roubadas" - "Senti que me violaram" disse Bill. "A casa estava tão estranha para mim" disse Tom. Depois disso não dormiram em casa, se hospedaram por quatro semanas no Grand HOTEL Heiligendamm, depois voaram com jatinho privado para Los Angeles. [
Queriam um descanso, longe da mídia. Longe dos jornalistas que escreviam frases sobre o Bill como "as bochechas afundadas, as jóias de ouro (..)" e "Tom sorri feliz, ao mesmo desde a cueca folgada - e também mais músculos do que costelas...".

O aspecto pelo qual sempre foram julgados, sobre Tokio HOTEL vir de fora. "Aliens", "forasteiros", "criatura andrógina". E uma vez ou outra Bill é gay agora? Anoréxico? Lady Gaga e Madonna passaram de fotografias de boas crianças, doces, inocente para figuras artificiais que eram mais tarde. Tokio Hotel não só tinha se convertido em algo.

Com nove anos Bill tingia o cabelo e pintava seu olhos com lápis preto, Tom usava dreadlocks, colegas de CLASSE davam as costas, o professor repreendeu: Então você não pode vir para a aula. Quando as pessoas não falavam sobre ele, Bill disse há alguns anos atrás em um documentário, eram pior dos que os que diziam.

Na escola primária, os irmãos escreveram suas primeiras canções, chamaram-se Black Questio Mark, então Gustav entrou como baterista e Georg como baixista, o que levou a uma mudança de nome, quando um jornal regional tinha elogiado o bom som da guitarra. Bill tentou um show de talentos "Star Search", deixou o programa rápido, mas um produtor musical visitou a banda, e dois anos mais tarde, assinaram um contrato com a gravadora Universal, Bravo os fizeram grandes, disse o The New York Times. Seu primeiro single foi "Durch den Monsun", sendo sucesso na Europa e depois na América do Norte.

Aos 18 anos, vimos em um vídeo que Bill nem sequer sabia a sensação de andar em um supermercado. Então, ele foi para uma VIAGEM para os EUA, juntamente com sua equipe e foi filmado enquanto corria pelos corredores, comprando papel higiênico, examinando as prioridades e explorando a comida, mesmo na hora do pagamento "Ei, pessoas, que revolucionário! Sem caixa? não é genial?!"

Como adolescentes tornaram-se estrelas, mas nunca foram estrelas típicos da adolescência. Houve fantoches, não gosto de Britney Spears, que estava prestes a se tornar raspar a cabeça para provar "Olá, eu estou determinada a ser eu mesma!" Eles tinham seu próprio som. Sua imagem, seus textos em rebelião constante.

E agora, como têm feito longe da Alemanha, desenvolveram-se? Tornaram-se adultos? Dois dias após a saída de vídeo, deram uma entrevista, a primeira sala de entrevistas depois de um longo tempo. Ponto de encontro: SoHo House, um clube exclusivo na Sunset Bou Levard, West Hollywood. Bill e Tom são sócios em todas as casas de SoHo em todo o mundo, os custos por ano: $ 1.400. Por mais de 27 anos: $ 2800. "Gosto de clubes de associações porque são fáceis e sem aborrecimentos." diz Tom.

A aparência, não se vai ao se redor: não é o ponto de atenção Georg (calça preta, camisa branca), Gustav (shorts jeans), Tom (calças largas, camisa branca perfurada), Bill (todo em bege: Plateau- Buffalo, plissado calças com o choque, a camisa transparente, a favor do vento).

Acima de tudo, Bill e Tom falam de forma que entre suas palavras e agradecimentos saiam suas graças, Tom geralmente brinca e os outros riem: "Em todo caso, eu imagino algo mais criativo. Como uma estrela pornô, onde você pode tomar um pouco de tinta com um pincel". Quando viemos para Los Angeles, diz Bill, eu não podia ouvir o nome Tokio HOTEL: "Tínhamos perdido o nosso entusiasmo, estávamos tão exaustos, não tínhamos nada mais a dizer, eu sabia, se não parássemos, então o próximo álbum. seria péssimo."

Se ele tivesse feito com a banda?
"Acho que teríamos feito mal (...) seria apenas um disco correto, porém nada mais.
Melhor fazer uma pausa e descançar. A maioria aconselhou contra ele, que pensava que era suicídio profissional. Não nos importamos. " Eles só queriam viver em paz: ir em direção a casa, comprar panelas, ir à praia, caminhar com o cachorro, ir ao cinema.
Na Alemanha, ele estava obcecado com cinema, e assim disse Bill:
"Eu liguei para o Assistente de segurança, e todos têm planos em geral. Se quiséssemos assistir a um filme, tinhamos que aluga-lo. Pequenas coisas tomavam alto grau de elevação.

Para seu aniversário de 20 anos tinham alugado o Parque Heide em Soltau, e se divertiram em sem bancos na montanha russa. Agora com 25 anos, no início de setembro, foram com seus amigos a Palm Springs: Bill escolheu o hotel/SPA cinco estrelas pela internet, e fez A RESERVA em seu próprio nome.

Essa "nova vida" também foi um problema: quando Bill teve que por um Número de Seguro Social necessitava fazer uma longa passada em um escritório. "Tenho que esperar com todo mundo? Meu assistente não pode fazê-lo?"

Foi nesta "nova vida" que em algum momento, a nova música surgiu. É a música de uma banda alemã que se mudou para Los Angeles. É a música dos músicos que vivem em LA. A inspiração, diz Bill, era "a vida noturna, ser livre, o que é importante para você, o que funciona é esse sentimento: Nós fazemos o que queremos."

Eles celebraram muito, talvez até porque eles realmente estivessem ali pela primeira vez. "Ninguém me reconheceu" - diz Bill. "Eu poderia ir aos clubes, sair algumas vezes bêbado, sem medo de alguém me fotografar", as suas sessões de estudo foram partes do meio: uma casa em Hollywood Hills, onde foram livres e fizeram seu caminho para a música, frequentemente "cansado, às vezes bêbado, até o sol nascer."
Tão livre quanto em Los Angeles, diz Bill, nunca havia me sentido. "Essa é a mãe magnética, muito mais livre, a não ser que eu vá para Índia." Tom: "Sim, nós o faremos ainda" Bill: "Só com uma mochila" Tom: "Quero vender tudo o que tenho antes" Bill: "Isso seria uma grande aventura""Tom: seria algo por completo, algo que nunca experimentei. Eu não quero ter muito dinheiro também, eu me conheço, caso contrário, eu me reservaria EM UM HOTEL e perderia toda a real experiência."

Um plano concreto porém não o é. No início de outubro terão uma aparição em Wetten, dass...? Os tempos de volta a Alemanha voltaram, a pergunta é todavia, se os querem ali.

Fonte e traduçãoTokio Hotel Hysteria Portugal

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

0

Twitter/Facebook: Tokio Hotel responde os fãs sobre Run, Run, Run (16.09.2014)



: "Bill, o que inspirou o seu olhar para este vídeo?"
Bill: "A música em si. A pureza e a simplicidade. Eu sempre quis trabalhar com o meu grande amigo Gianluca Fellini que é um artista muito talentoso e para esse vídeo, eu sabia que iríamos vê-lo. Foi a simbiose perfeita e criamos algo grande juntos. Embora, os sapatos sejam minha ideia."


: "Este é o primeiro single do novo álbum?"
Georg: "O primeiro single vai ser o terceiro que liberarmos... O terceiro vídeo que vocês vão ver. Estou tão animado com essa música e mal podemos esperar para compartilhá-la com todos."


: "Onde estão Georg e Gustav no vídeo Run, Run, Run?"
Bill: "Georg e Gustav vão estar no vídeo para o primeiro single real. Claro! Eles não participaram na sessão de Run, simplesmente porque não há nenhum outro instrumento que o piano. Apesar deles terem adoraram o vídeo... Estamos todos felizes com ele."
Tom: "Para nós, como uma banda, não é uma questão de ego ou quem está mais na tela ou qualquer uma dessas merdas. Nós sempre queremos criar o que é melhor para a banda e o que nós amamos. Não existe essa coisa de briga sobre quem está no vídeo ou quem não está. O mesmo acontece para a arte da capa ou álbum... É sobre a arte e o que ela nos faz sentir."


Fonte: Twitter | Facebook
Tradução© TOBR
0

Nova Foto: Tokio Hotel com fã @ Show do 30 Seconds to Mars & Linkin Park - Hollywood Bowl, Los Angeles (15.09.2014)


Fonte: Instagram

0

Facebook Tokio Hotel:: "Dia de promoção" (15.09.2014)


Fonte: Facebook
Tradução: © TOBR
0

Instagram: 30 Seconds to Mars... Grande show!! (16.09.2014)



"30 Seconds To Mars no @Hollywood Ball... Grande show!!! Saindo para a Kiiisfm #LA #TokioHotelInstagram #Aliens"


Fonte: Instagram's Georg Listing
Tradução: © TOBR
0

Instagram:Dia de promoção (15.09.2014)

"Dia de Promoção #pausaparaocigarro #LA #verão #promoção #entrevista #Tom #Gustav #Eu"


Fonte: Instagram's Bill Kaulitz
Tradução: © TOBR
0

Twitter:Tokio Hotel: "Prévia da THTV" (15.09.2014)



"Previa  da THTV: Venha junto com a gente nos bastidores do run,run,run YOUTU.BE/NSYW6AC8ORA"
Fonte: Twitter

Tradução: © TOBR
0

Nova Foto: Gustav Schäfer com a modelo Tia Barr [15.09.2014]